Unidade-de-Beneficiamento-de-Nióbio-da-Anglo-American-em-Ouvidor

Anglo American plc ( “Anglo American”) anuncia que chegou a um acordo com a China molibdênio Co. Ltd ( “CMOC”) para vender seus negócios de nióbio e fosfatos por um montante total de US $ 1,5 bilhão ( “Operação”). O montante total será pago para a Anglo American no fechamento, sujeito a determinados ajustes de fechamento e pós-fechamento.

As empresas de nióbio e fosfatos integrais estão localizados nos estados de Goiás e São Paulo, no Brasil. O negócio Fosfatos consiste em uma mina, usina de beneficiamento, dois complexos químicos e dois depósitos minerais adicionais. O negócio de nióbio consiste em uma mina e três de processamento de instalações, duas minas não-operacionais, dois depósitos minerais mais e vendas e operações de marketing no Reino Unido e Singapura. Juntas, as empresas gerou um EBITDA de $ 146.000.000 (1) no ano encerrado em 31 de Dezembro de 2015.

Mark Cutifani, diretor executivo da Anglo American, disse: “A venda dos nossos negócios de nióbio e fosfato é outro passo positivo na reformulação estratégica da Anglo American que nos propusemos em fevereiro. Os recursos oriundos dessa operação, juntamente com as melhorias de produtividade e redução de custos em curso que estão a conduzir através do negócio, nos permitirá continuar a reduzir a nossa dívida líquida para o nosso nível desejado de menos de US $ 10 bilhões no final de 2016. Esta transação confirma a nossa compromisso com a criação do novo Anglo American, posicionada para oferecer rentabilidade robusta e fluxos de caixa através do ciclo de preço. “

A transação está condicionada à habituais República Popular da China aprovações regulatórias, e à aprovação dos acionistas CMOC. Anglo American recebeu compromissos vinculativos dos dois principais accionistas CMOC prendem 63 por cento. de ações CMOC para apoiar a operação. A transação deverá ser concluída no segundo semestre de 2016.

(Site da empresa compradora www.chinamoly.com)

GOLPEBILHETE

Uma mulher caiu no conhecido “golpe do bilhete premiado” na tarde desta quarta-feira (27) em Catalão. Um casal levou “na conversa” cerca de R$ 10.000,00 em dinheiro da vítima. A Polícia Militar foi acionada e realizou várias diligências pela cidade para localizar esse casal de estelionatários.

Como funcionava o golpe:

Uma senhora de aparência simples, aborda a vítima pedindo informações sobre um endereço e oferece o bilhete premiado. O outro integrante da quadrilha, mais arrumado, aparece oferecendo ajuda, deixando a situação ainda mais real.
A vítima então, é coagida a complementar um valor para que a dupla receba o suposto prêmio e assim divida com a vítima. Os outros dois suspeitos se revezavam para dar cobertura aos comparsas.Digite uma mensagem

13082050_1592221421106946_687375969_n

Após levantamento realizado pelo serviço de inteligência da Polícia Militar de Catalão, mais um foragido da justiça foi preso na manhã desta quarta-feira (27), no bairro Setor Aeroporto. O homem que foi acusado de matar um mulher no distrito de Sando Antônio do Rio Verde, há cerca de três anos, um homicídio passional com emprego de arma de fogo. Ele foi conduzido ao presídio de Catalão. A pena para o crime é de mais de 10 anos de reclusão.

E mais uma uma de fogo fou retirada das ruas de Catalão.

Através de abordagens policiais realizadas por toda a cidade de Catalão, o serviço de inteligência do 18° BPM com apoio do CPU conseguiu retirar mais uma arma de fogo das ruas. Depois de realizar uma abordagem a uma pessoa suspeita no bairro Castelo Branco nesta quarta-feira (27), os militares encontraram na cintura do indivíduo uma arma de fogo tipo pistola marca Taurus calibre 765. O indivíduo foi autuado em flagrante elevado a Delegacia de Polícia de Catalão. Segundo a PM, o homem possui vários antecedentes criminais como, tentativa de homicídio, tráfico de drogas e lesão corporal.  Não foi arbitrada a fiança para o suspeito devido seu alto grau de periculosidade. Ele foi encaminhado ao presídio de Catalão.

13115612_1592221347773620_776624672_n

Várias pedras de Crack foram aprendidas nesta quarta-feira (27) pelo Grupo de Patrulhamento Tático (GPT).

Durante um patrulhamento de rotina no bairro Santo Antônio a equipe do GPT se deparou com um motocilista em atitude suspeita e após abordar o mesmo, os militares encontraram em seu poder várias pedras de Crack e uma pequena quantia em dinheiro. O homem foi preso e encaminhado a delegacia de Polícia.

13106505_1592221321106956_925064795_o

Programa já beneficiou 588 famílias com doação de lotes

 

Nesta quarta-feira (27), a Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria de Habitação, realizou mais uma solenidade de entrega do ‘Lote Legal’. O programa, de doação de lotes para famílias de baixa renda, foi idealizado pelo prefeito Jardel Sebba (PSDB), e aprovado na Câmara Municipal de Vereadores, em 2015. Nesta etapa, 48 famílias foram beneficiadas, depois de se submeterem a análise criteriosa do departamento social da Secretaria de Habitação.

O evento foi acompanhado por vereadores e secretários municipais no auditório do Palácio Pirapitinga. A secretária de Promoção e Ação Social, Anna Sebba, e a secretária de Habitação, Vanja Paranhos, aproveitaram para agradecer ao prefeito pela implantação do programa, e aos vereadores que aprovaram o projeto no Legislativo. Essa foi a 11ª etapa de entrega do ‘Lote Legal’ e 588 famílias já foram atendidas.

Para o prefeito “o programa tem atendido quem realmente precisa, e todos os beneficiados se enquadram nos critérios exigidos, como renda familiar de até três salários mínimos, residir em Catalão por, no mínimo, cinco anos, e não possuir outro imóvel”. Jardel também declarou que o ‘Lote Legal’ foi aprovado pela Câmara de Vereadores, sem nenhuma irregularidade, realizando o sonho da casa própria de famílias que fizeram a inscrição solicitando o benefício. “Eu tive oportunidade de ver perto casas que já foram construídas com a doação dos lotes pela nossa gestão, e outras que estão em construção. Não há nada mais gratificante”, salientou Jardel.

O casal Domingos Barbosa e Maria de Fátima Santana do Nascimento foi contemplado nesta etapa. “É o momento mais alegre do mundo para mim e minha esposa. Sou aposentado e nunca consegui ter a minha casa, porque as dificuldades são muitas. Agora, com o lote é só começar a construir e realizar nosso sonho”, comemorou. 

Lázara Inácia Borges e Edinaldo Cândido Borges também ganharam um lote. “A gente sempre trabalhou em fazenda e nunca tivemos nossa casa. Quando meu marido adoeceu, tivemos que vir para a cidade. Desde então, pagamos aluguel. Estou feliz demais, vamos ter nosso lar agora”, afirmou Lázara.

13891_10204404678260803_2830743570369076410_n

Fernando Vaz de Ulhôa foi  Superintendência de Água e Esgoto de Catalão (SAE) na Gestão dos  ex prefeitos Adib Elias (PMDB)  e Velomar Gonçalves Rios (PMDB) 

A promotora Ariete Cristina Rodrigues Vale, da 5ª Promotoria de Justiça de Catalão, propôs ação civil pública em desfavor do ex-gestor da Superintendência de Água e Esgoto de Catalão (SAE), Fernando Vaz de Ulhôa, e da empresa Senha Engenharia S. S e seu sócio-administrador Francisco Humberto Rodrigues Cunha, por irregularidades em procedimento licitatório.

Consta no inquérito civil que a empresa Senha Engenharia foi contratada através de procedimento licitatório, na qual era única concorrente, para a realização de serviços de engenharia sanitária, saneamento ambiental básico e atuações no planejamento, projeto, atuação e manutenção dos sistemas de água e esgoto de Catalão, no período entre março de 2012 e março de 2016. O valor do contrato foi de R$ 36.341.949,00.

Porém, conforme o apurado pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), o procedimento licitatório e o consequente contrato com a empresa tinham vícios em razão de irregularidades como: ausência do parecer do Controle Interno; projeto básico deficiente e restrição do caráter competitivo do certame. O órgão chegou a declarar a rescisão do contrato em março de 2013, em razão das irregularidades encontradas.

Inquérito policial foi instaurado para investigar tanto o procedimento licitatório quanto o contrato com a Senha Engenharia. Dentro da investigação, foi elaborado relatório de análise do Centro de Apoio Operacional do Patrimônio Público do MPGO (CAOPP) . Neste relatório, foram analisadas as irregularidades apontadas pelo TCM, concluindo que elas violam leis e os princípios da administração pública, além de favorecer a empresa, que já conhecia detalhes do serviço licitado.

Foram apontadas pelo relatório mais duas irregularidades: a adoção do tipo de licitação técnica e preço e a formalização incompleta dos autos, que não incluíam o processo de estimativa de impacto orçamentário-financeiro nem o ato de designação do gestor do contrato.

Na ação, a promotora avaliou cada um dos problemas encontrados, destacando, por exemplo, a forma como a ausência de acompanhamento do controle interno, que é uma das ferramentas de combate aos atos de improbidade administrativa, contribuiu para que o contrato fosse firmado irregularmente. Ariete Cristina apontou também que as falhas na elaboração do projeto básico, que deve abordar detalhadamente os aspectos necessários para execução da obra, resultaram na nulidade do procedimento licitatório, conforme previsto na Lei nº 8.666/93. Neste caso, a ausência de um projeto bem elaborado, conforme destaca a promotora, acabou beneficiando a Senha Engenharia, que conhecia as exigências e detalhes da obra que estava sendo licitada.

Pelos danos morais gerados pela ofensa ao princípio da moralidade e pelos atos de improbidade administrativa cometidos, o MP requer a condenação de Fernando Vaz, da Senha Engenharia e de Francisco Humberto nas sanções previstas no artigo 12, incisos I e III, da Lei nº 8.429/1992, que incluem: perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil e proibição em contratar com o poder público. Requer ainda o pagamento de indenização pelos danos morais causados ao ente municipal.(Texto: Ana Carolina Jobim – Estagiária da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO – Supervisão de estágio: Ana Cristina Arruda)

Por volta das 08h00 desta quarta-feira (27), uma mulher de 29 anos foi espancada por um meliante durante roubo a residência dela. Segundo informações, após invadir a casa da vítima na Rua Alberto Mendes, no Bairro Santa Terezinha, dizendo que queria o dinheiro, o marginal ainda agrediu a mulher, que ficou bastante machucada. Após a agressão ele fugiu em uma bicicleta.

O corpo de bombeiros foi acionado e conduziu a vítima para o pronto socorro da Santa Casa de Catalão. A Polícia Militar foi acionada e realiza patrulhamentos para localizar o agressor.

????????????????????????????????????

Na tarde desta terça-feira (26) por volta das 14h20min, a PM de Catalão recuperou mais um veículo, um Fiat/Uno de cor azul, furtado ontem no bairro Santa Cruz.

De acordo com informações, o veículo foi visto pelos militares no bairro Ipanema, o condutor desobedeceu a ordem de parada feita pelos policiais e empreendeu fuga. Pouco depois, o veículo foi abandonado no loteamento Morada do Sol e os ocupantes se embrenharam em meio ao mato.

A PM realizou um cerco e conseguiu localizar três suspeitos, sendo um deles menor de idade. Em seguida, os militares se deslocaram até uma residência no bairro São João, onde o veículo estava escondido.

Dois maiores foram presos por receptação dolosa e o menor respondeu por ato infracional (dirigir sem possuir CNH). Ainda na delegacia, após mais diligências realizadas pelos PM’s, foi constatado que um dos infratores, maior de idade, Hélder Morais Cavalcante, teria mentido seu nome e ainda em disfavor dele havia um mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio em São Simão-GO.   veículo foi entregue para seu legítimo proprietário.

????????????????????????????????????

309fa64c-3047-463c-a39e-5dfa5ae7bd53

Um homem de 38 anos foi preso por policiais militares do COD durante bloqueio na noite deste domingo, 24, na GO 020, município de Ipameri-GO. 

Ao aproximar do bloqueio o condutor do veículo VW Amarok não obedeceu à ordem de parada e consequentemente evadiu sem ser abordado. De imediato, a equipe iniciou acompanhamento e cerco conseguindo efetuar a abordagem e realizar todos os procedimentos operacionais necessários. 

Durante a busca veicular foi localizado 01 fuzil/rifle calibre. 762 marca Imbel com numeração suprimida e luneta de longo alcance acoplada, 01 rifle calibre 22 marca Remington com supressor de ruídos (“silenciador”) e luneta acoplados, 01 espingarda Gauge 12 de marca CBC, 30 (trinta) munições CBC calibre 12 intactas, 01 (uma) munição calibre 12 deflagrada, 01 (uma) cápsula de munição deflagrada CBC calibre .40, tudo sem a devida documentação legal. 

O abordado foi conduzido à Delegacia de Catalão, juntamente com as armas e munições apreendidas para devidas providências.

30ddbcc8-f3ed-46a1-ad6c-420542a59351               

Participou da ocorrência a equipe do COD Sul/Sudeste composta pelo sargento W. Santos, cabo Silva Junior e cabo Gonçalves.

Fonte: Tenente Coronel Márcio
mala

                Eleandro Marcos 26 anos “O Ladrão atrapalhado”

Na noite de domingo ( 24) três autores encapuzados, com arma em punho sendo um com um revólver e outros dois com armas longas tipo espingarda, anunciaram o roubo em uma residência na zona rural de Araguari, Minas Gerais, amarram as vítimas e trancaram-nas no banheiro e revirando todo o guarda roupa, momento em que um dos autores veio a disparar um tiro de espingarda calibre 12 atingindo o próprio pé. Sendo que após ocorrer os autores entraram em pânico fugindo da residência levando uma camioneta da vítima.

Após serem informados do ocorrido Policiais de Araguari foram até o local soltaram as vítimas e começaram a realizar diligências a procura dos marginais,  logrando êxito em encontrar a  camioneta abandonada em uma estrada vicinal nas proximidades do local do roubo, com várias manchas de sangue por todo o interior do veículo, ocasião em que os bandidos deixaram dentro da camioneta uma espingarda calibre 28.

Na noite de domingo um cidadão  foi atendido no pronto socorro da Santa Casa de Catalão onde informou que havia sido vítima de um roubo e os ladrões deram um tiro no seu pé, não tendo outras informações sobre a veracidade o fato a  PMGO registrou o boletim de ocorrência e iniciou diligências   para averiguar o ocorrido, sendo que o cidadão ficou internado e encaminhado para Goiânia onde seria submetido a uma cirurgia.

 Por fim, na manhã do dia 25/04 , o 18º BPM recebeu a informação do roubo ocorrido em uma fazenda de MG nas proximidades do município de Araguari onde três autores encapuzados, com arma em punho haviam amarrado as vítimas no banheiro e fugiram em uma camioneta, veículo este encontrado  abandonado em uma estrada vicinal próximo ao local dos fatos, com manchas de sangue e uma espingarda calibre 28 sobre o banco, levando a crer que o  bando tinha como principal rota de fuga  adentrar no Estado de Goiás pelos municípios de Anhanguera, Cumari, Goiandira ou Catalão.

Com base nas informações foi acionado o plano de cerco do 18º Batalhão, momento em que o serviço de inteligência realizou diligencias nos hospitais em busca de novas informações, ficando evidenciado que para não ser preso o autor inventou que teria sido vítima de roubo,  conseguindo assim o atendimento médico e posteriormente encaminhado para o Hospital de Urgência de Goiânia.

Como diz o ditado popular  “ mentira tem pernas curtas”   o autor atrapalhado foi identificado e detido no Hospital de Urgência de Goiânia e aguarda o mandado de Prisão preventiva e possível transferência para o Presidio de Minas Gerais onde irá responder pelo crime de Roubo a mão armada.

 

????????????????????????????????????

Na quarta-feira (20), véspera de feriado, o prefeito Jardel Sebba (PSDB) realizou uma audiência pública de revisão do Plano Diretor, que contou com a palestra especial do professor doutor em Geografia Manoel Rodrigues Chaves, vice-reitor da UFG [Universidade Federal de Goiás]. Também estiveram presentes na ocasião membros da comissão técnica de atualização do Plano; engenheiros civis; profissionais da área ambiental; representantes da sociedade civil e da comunidade em geral.

Roni Alvacir Vargas, promotor de justiça, destacou que o Plano Diretor pode ser considerado a segunda lei mais importante do município, ficando atrás apenas da Lei Orgânica. “Nossa legislação precisa ser revisada. Para que isso ocorra, além de um levantamento técnico competente, tem que haver participação da população”, afirma.

De acordo com Jardel Sebba, a Prefeitura está trabalhando há mais de dois anos na elaboração do novo Plano Diretor. “Estamos vislumbrando uma cidade moderna e sustentável. Catalão já está com mais de 100 mil habitantes; não pode e não deve crescer de forma desorganizada. O Plano Diretor vai nortear as ações dos próximos dez anos, assegurando qualidade de vida e bem estar social”, ressalta.

Vinícius Aguiar, professor doutor em Geografia na UFG, participou da audiência como representante da Equipe Ambiental, empresa especialista em Planejamento Urbano e Gestão de Empreendimentos responsável pela consultoria no processo de reformulação do Plano Diretor. Segundo ele, “Catalão é um município muito bem organizado. Existe uma estrutura organizacional consolidada, com Planos de Habitação, Saneamento, Resíduos Sólidos; que já ajudam bastante”. Como coordenador técnico, Vinícius explica que “vamos sintetizar esses planos e verificar se estão compatíveis com a realidade local. A partir daí, apresentamos diretrizes para o futuro e adequações necessárias no planejamento de expansão urbana e social do município”, conclui.

Marcelo Mendonça, também professor doutor em Geografia, e membro da comissão oficial de atualização do Plano Diretor pela UFG, enfatizou que, à medida que o município cresce, vão surgindo conflitos urbanos e ambientais que necessitam ser solucionados. De acordo com o professor, “o grande desafio das cidades de porte médio, [como é o caso de Catalão] é compatibilizar crescimento econômico, desenvolvimento social e sustentabilidade. A cidade que queremos construir parte efetivamente daquilo que vamos garantir nesse Plano Diretor”, salienta.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmac), da qual Mendonça foi gestor, está colhendo informações de cidadãos e empresas que tenham sugestões a fazer sobre a alteração do Plano Diretor. Basta protocolar a solicitação na sede da própria Semmac e, procurar estar presente nas audiências públicas.

Plano Diretor – Lei Municipal

O Plano Diretor vigente em Catalão é de 2004, e teve o prazo de validade encerrado em 2014. Desde o final de 2013, a Prefeitura vem trabalhando no processo de reformulação do que foi detectado por estudos, referente ao desenvolvimento da cidade e que precisa ser adaptado. Após várias reuniões e audiências públicas, a documentação passa, no momento, pela análise da Equipe Ambiental – empresa de consultoria contratada pela administração municipal que irá orientar as ações do Município e formalizar as informações obtidas – para que possa ser encaminhada à Câmara Municipal, para apreciação.

O Plano Diretor é uma lei que atua como instrumento regulador estratégico para a promoção do desenvolvimento urbano e municipal, definindo critérios de integração territorial; paisagem urbana e qualidade ambiental (sustentabilidade); coabitação dos agentes públicos e privados; transparência e acessibilidade das informações urbanísticas, dentre outras questões. O documento é construído, revisado e atualizado pelos poderes público e legislativo, com a contribuição da sociedade, e fiscalizado pelo Ministério Público.

Página 1 de 57512345...102030...Última »