Três jovens foram presos com drogas e moto roubada no distrito de Santo Antônio do Rio Verde.

_DSC0255

Por volta das 16h desta terça-feira, (21) a policia do distrito de Santo Antônio do Rio Verde, que fica aproximadamente 90 quilômetros de Catalão, recebeu uma denúncia afirmando que em uma residência havia uma motocicleta furtada.

Os militares averiguaram o fato e encontraram uma moto Honda Titan, de cor prata. Após chegarem a placa do veículo ficou constatado que a moto era produto de furto.

_DSC0271

Em seguida os militares realizaram uma revista na residência e encontraram uma porção de ácido bórico; uma porção de crack e um capuz. A PM acredita que o trio realizou vários furtos de motos em Catalão e levavam para o distrito de Santo Antônio do Rio Verde.

_DSC0267

A PM conduziu os três para delegacia onde foram autuados em flagrante.A motocicleta foi entregue ao proprietário.

Mais um foragido da justiça é preso em Catalão.

20150721115433

Na tarde desta terça-feira (21) por volta das 15h20, na rua 510 no bairro Santa Cruz, a Polícia Militar avistou um homem em atitude suspeita. Após abordagem e consulta ficou constatado que o meliante tinha um mandado de prisão em seu desfavor pelo artigo 155 (Furto), oriundo da cidade de Sacramento – Minas Gerais. Carlos Francisco Pereira, de 38 anos, foi conduzido para delegacia de polícia de Catalão e logo em seguida para o presídio.
A abordagem foi realizada pelo cabo Adinil e o soldado Hespartago.

Trotes crescem cerca de 30% no Corpo de Bombeiros de Catalão

img_0238-copy

Cresce cerca de 30% os trotes recebidos pelo 10º Batalhão Bombeiro Militar de Catalão, os militares afirmam que os trotes atrapalham o serviço da corporação.

Várias ligações recebidas constituem em falsos pedidos de socorro, o que prejudica quem realmente precisa de socorro.”Quem faz esse tipo de ligação pode responder por falsa comunicação de crime, com pena de 1 a 6 meses de detenção.

O Corpo de Bombeiros pede a colaboração da comunidade para fatos como esse não ocorram e que os pais se tornem vigilantes explicando aos filhos a gravidade de se fazer isso.” O militar enfatiza que os trotes são considerados crimes, mas que a tarefa de localizar os responsáveis é complicada.

“O trote é crime e a gente tem o telefone registrado, mas há uma dificuldade em encontrar os responsáveis por essas brincadeiras de mau gosto, esses crimes. Normalmente esses telefones são públicos ou celulares pré-pagos que não estão cadastrados nas empresas de telefonia.”

Você quer Mais Segurança? Vai com ACETRIC‏ .