COOPERATIVA DE GRÃOS PEGA FOGO EM SANTO ANTÔNIO DO RIO VERDE.

ft_55_2

                                     Empresa Cocari (Cooperativa Agropecuária e Industrial)

Por volta das 4hs da manhã desta quarta-feira (25), a empresa Cocari (Cooperativa Agropecuária e Industrial), empresa de armazenamento de grãos, localizada na GO-506, Km 42, Zona Rural de Santo Antônio do Rio Verde, pegou fogo. Segundo informações, as chamas começaram por volta das 4hs, o princípio do incêndio começou em um secador da empresa e evoluiu, porém, devido a contenção da ventilação, as chamas não se alastraram. Os bombeiros realizaram o esvaziamento do secador, usando uma linha de 1½” para resfriar a soja que estava em chamas. Foram gastos cerca de  1M³  de água, sendo que ficou comprometido aproximadamente 70 toneladas de soja. Os produtores rurais disponibilizaram um caminhão pipa que ajudou no combate às chamas. Não foi informado a causa do incêndio. Não foi informada a causa do incêndio.

Em menos de duas horas, três veículos com registros de roubado/furtado são recuperados em Catalão.

Segunda-feira (23), por volta de 21h25min, foi recuperado o primeiro veículo, uma Honda, CG Titan 125, de cor vermelha, no bairro Primavera, na cidade de Catalão, que havia sido furtada na madrugada.  Aproximadamente às 22h35min, uma equipe do serviço ordinário, deparou-se com uma motocicleta Honda, CG 125 Titan Fan, de cor vermelha, de caráter geral. Durante o acompanhamento da mesma, os indivíduos abandonaram o veículo, juntamente com um simulacro de arma de fogo, tipo pistola preta, e empreenderam fuga.

18 bpm 24

Por fim, às 22h40min, ocorreu o roubo de VW Gol, no bairro Vila Margon, na cidade de Catalão. De imediato, PM’s do serviço ordinário após orientarem a vítima, saíram em patrulhamento no intuito de localizar o veículo e os autores do delito, que estavam armados e em uma moto Twister azul. Assim, avistaram o carro roubado em uma estrada vicinal e, em seguida, visualizaram a moto com os suspeitos do roubo que ao tentarem evadir, caíram ao solo e adentraram num matagal. Diante dos fatos, todos os veículos foram apreendidos e encaminhados a Delegacia de Polícia para serem devolvidos aos seus proprietários.

18 bpm 24 - Copia

 

 Fonte: 1ª CIA – 18º BPM.

 

Tentativa de Homicídio: Homem e baleado em Pires Belo.

 

Um homem de 20 anos foi baleado nas costas na noite desta segunda feira (23), por volta das 23hs, no Distrito de Pites Belo, cerca de 30 quilômetros de Catalão. Segundo informações, a vítima José Wilquer Carvalho foi socorrido por terceiros para Santa Casa de Catalão. A arma utilizada foi uma espingarda cartucheira. A vítima não corre risco de morte. A polícia militar realizou diligências para no distrito na tentativa de localizar o autor do disparo, mas até o fechamento da matéria ele não havia sido localizado.

Leitor de cédulas ajuda cegos é criado por alunos do IF Goiano, em Catalão, aparelho reconhece notas e informa valor por áudio

image

 

Fonte: Jornal O Popular

Estudantes do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), em Catalão – Região Sul de Goiás -, desenvolveram um identificador de cédulas de dinheiro para deficientes visuais. O dispositivo portátil usa um sensor de cores para informar aos usuários, por meio de áudio, o valor de cada nota. Professor do curso técnico em Informática e responsável pelo pesquisa, Eduardo Castilho diz que a equipe agora busca aperfeiçoar o protótipo e conseguir financiamento para fabricá-lo e distribuí-lo junto a alguma instituição de apoio.

A ideia foi aprovada pelo deficiente visual e aposentado Franciel de Assis Vaz, de 35 anos. Morador de Catalão, ele participou dos testes realizados pela turma do curso técnico em Informática. “Tem muitas pessoas que usam de má-fé com a gente. Já recebi e voltei troco errado”, conta. Ele perdeu 100% da visão há 15 anos, por conta de um acidente de motocicleta, e tem dificuldades para diferenciar uma cédula da outra.

O aposentado conta que mesmo após a mudança do tamanho das cédulas, feita justamente para diferenciar o valor de cada uma delas, é difícil diferenciá-las pelo valor. “As notas têm o mesmo papel, não têm alto relevo e as antigas continuam circulando. Quando a nota fica velha, é mais difícil ainda”, relata.

“Estou ansioso para ter o meu aparelho. Não tem segredo para usar e o áudio é bem nítido”, comemora Vaz. O uso é simples. A coloca a ponta de cada cédula no aparelho e, em três segundos, um sensor faz a leitura das cores RGB e reproduz o áudio específico para a cor de cada nota. O programa de computador utilizado foi desenvolvido pelos próprios estudantes.

O leitor testado por Vaz é o segundo protótipo criado pela turma, que iniciou o projeto em agosto do ano passado. “ O primeiro deu bastante problema e errava o valor por conta da luminosidade. Os estudantes pesquisaram e mudaram o sensor. Agora ele consegue fazer a leitura tanto de dia quanto de noite”, diz.

Protótipo

O protótipo tem 15 centímetros de cumprimento e 7 de largura. A equipe agora trabalha para aperfeiçoar o tamanho e funcionalidade do aparelho. “A ideia é que ele fique como um celular. Atualmente ele é portátil, mas com fios expostos. Queremos que ele fique menor e dê para carregar no bolso”, explica o professor Castilho.

Segundo o professor, os alunos tiveram a ideia após ver um reportagem sobre a dificuldade dos deficientes visuais em identificar as notas. De acordo com Castilho, os resultados obtidos com os testes realizados demonstraram a viabilidade e a eficiência do dispositivo.

O projeto ficou entre os finalistas da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), realizado este mês na Universidade de São Paulo (USP). O trabalho dos estudantes do IF Goiano já foi premiado em uma feira de ciências realizada pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e levou o 2º lugar no Workshop de Inovação da Universidade do Triângulo (Unitri), em Uberlândia.

O professor pede apoio para poder melhorar e produzir o leitor de cédulas. “Pensamos, no futuro, em fazer doações desse aparelho para entidades de ajuda aos deficientes visuais. Precisávamos de alguém para investir na nossa ideia.”

CORPO É ENCONTRADO BOIANDO NO RIO PARANAÍBA.

_DSC0732

Trabalhadores de uma draga no Rio Paranaíba, na divisão de Goiás com Minas Gerais, encontraram o corpo de um homem foi encontrado boiando, por volta das 14h30m desta segunda-feira (23), nas proximidades da fazenda limoeiro. A Polícia Técnica Científica esteve no local e realizou os primeiros levantamentos, de acordo com informações, a vítima teria morrido há cerca de dois dias. O corpo foi conduzido para o IML de Catalão onde está a disposição de seus familiares. Até o fechamento da matéria não obtivemos o nome da vítima.

_DSC0739_DSC0742