Início » Secretaria de Saúde promove Campanha Janeiro Branco em Catalão

Secretaria de Saúde promove Campanha Janeiro Branco em Catalão

de diantedofato
0 Comentário 47 visualizacão

Com o slogan “O mundo pede Saúde Mental”, a iniciativa busca conscientizar a humanidade para as questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e promoção do bem-estar social.

A Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria Municipal Saúde/ Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I) – José Evangelista da Rocha, promove neste mês a Campanha Janeiro Branco. Com o slogan “O mundo pede Saúde Mental”, a iniciativa busca conscientizar a humanidade para as questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e promoção do bem-estar social. Para isso, neste mês são realizadas diversas ações, principalmente preventivas e educativas, objetivando também desmistificar tabus e quebrar paradigmas relacionados ao tema.
A campanha acontece estrategicamente em Janeiro, devido ser o primeiro mês do ano, quando naturalmente as pessoas estão mais propensas a refletirem suas relações, escolhas, emoções e sentidos existenciais, muitas vezes com desejo de mudança.


A psicóloga e coordenadora do CAPS I, Keila Marine, destaca que a pandemia continua sendo um dos fatores responsáveis por gerar e intensificar casos de adversidades psicológicas e demais problemáticas sociais, fazendo com que a campanha seja ainda mais necessária e importante. “Fatores agravantes desde 2020 – originados pela pandemia –o isolamento social e o aumento da desigualdade, podem ser determinantes para gerar transtornos psíquicos. Em outros casos, percebemos ainda que a pandemia ajudou a potencializar problemas que já existiam. É claro que o impacto vai depender da vulnerabilidade da pessoa e nosso trabalho é prestar assistência a elas e ajudá-las a construir um cenário mais saudável,” explicou Keila.
No período da campanha, especificamente, ações informativas por meio de entrevistas em rádios locais e distribuição de folders acontecem desde o dia 04 de janeiro. Atividades remotas, como: ações da sala de espera da unidade, psicoeducação sobre saúde mental e Acolhimento são promovidas durante todo o ano, mas executadas com mais ênfase neste mês.


Vale destacar que as consultas no CAPS somente são agendas e realizadas após avaliações feitas no Acolhimento, que é o primeiro contato do paciente com o serviço e é realizado por profissionais de nível superior. É o momento em que a pessoa apresenta sua demanda e fala de suas necessidades. Caso não apresente transtorno mental grave e persistente, este é encaminhado para acompanhamento em saúde mental nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), que também possuem uma equipe multiprofissional com Psicólogos, Psiquiatras e outros profissionais da área.
O Acolhimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 07h às 11h e das 13h às 17h, exceto no período no período vespertino em dois dias da semana: terça e sexta-feira.
Documentos necessários para ser atendido
As pessoas que buscam ser atendidas no Acolhimento é necessário comparecerem a uma Unidade Básica de Saúde mais próxima ou na sede do CAPS I, munidas dos documentos pessoais, cartão do SUS e comprovante de endereço. O serviço é realizado apenas presencialmente, ou seja, não é possível marcar via telefone.


Sobre o CAPS I


O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS I) – José Evangelista da Rocha é um órgão mantido e administrado pela Prefeitura de Catalão, por meio da Secretaria de Saúde, com objetivo de desenvolver e intensificar ações de conscientização, promoção e prevenção em Saúde Mental.


A unidade conta com uma equipe multiprofissional composta por 19 pessoas entre especialistas na área da saúde e com funções administrativas, sendo: 04 Médicos Psiquiatras, 04 Psicólogos, 01 Assistente Social, 01 Enfermeira, 01 Técnico de Enfermagem, 01 Farmacêutica, 01 Auxiliar de Farmácia, 03 executores administrativos, 01 motorista, 01 auxiliar de serviços gerais e 01 menor aprendiz.


A unidade atende em média cerca de 950 pacientes por mês, e objetiva tratamento e reinserção social de pessoas maiores de 18 anos com transtornos mentais graves e persistentes assim como aquelas com sofrimento decorrente do uso abusivo de Álcool e/ou outras Drogas. Configura-se como um serviço de saúde aberto que realiza atendimentos por demanda espontânea ou encaminhados de outros serviços. Além do CAPS, o serviço de Saúde Mental no município se estende a Rede de Saúde Intra e Intersetorial promovendo constantes intervenções neste âmbito, referenciando o cuidado e a promoção de vida.


O Centro de Atenção Psicossocial fica localizado na Rua da Resistência, 563, Bairro Teotônio Vilela. Para mais informações entre em contato por meio do telefone: (64) 3441-1813. Ou acompanhe as redes sociais da unidade: Caps José Evangelista (facebook), Capscatalao (instagram).

Outros serviços


Além de atendimentos psiquiátricos e psicológicos, é oferecida também assistência farmacêutica, de Enfermagem e Social. Ressalta-se que devido a pandemia não estão sendo realizados grupos e oficinas com os pacientes e familiares. Todos os atendimentos estão sendo realizados de forma individual.

Essa é a Prefeitura de Catalão, cidade que sonha e faz!
ASCOM – Prefeitura de Catalão

0

You may also like

Escreva um Comentário